A população da chamada terceira idade vem crescendo no país e segundo pesquisas deve aumentar nas próximas décadas.

A casa deve ser um local seguro, confortável e deve se adaptar à rotina dos moradores. É essencial proteger aqueles que têm problemas de equilíbrio e flexibilidade, no caso: crianças, idosos e portadores de necessidades especiais.

Planejar a residência e garantir a autonomia dos idosos permite que sua rotina permaneça a mais estável possível. Problemas de visão, redução da audição, hipertensão, labirintite, efeito colaterais de remédios dentre outros fatores são as causas dos acidentes, os quais acontecem principalmente dentro de casa e são os responsáveis por muitas sequelas que levam a problemas futuros.

A prevenção reduz o número de acidentes, de custos com médicos e hospitais e melhora a qualidade de vida do idoso e de quem vive com eles.

Uma ambiente bem planejado beneficia à todos. Confira essas dicas!

  • Para as paredes, escolha cores “calmas” e alegres. Opte por boa iluminação, ambientes bem iluminados para enxergar melhor;
  • No chão, utilize pisos claros, antiderrapantes e tome cuidado com os tapetes, retire tapetes das passagens ou prenda-os com fita adesiva antiderrapante para que ninguém tropece ou deslize;
  • A Circulação, principalmente aquele corredor que liga o banheiro ao quarto, deve estar livre de móveis e objetos que atrapalhem o caminho. O mais importante é a iluminação. Uma alternativa eficaz para a segurança é instalar sensores para evitar acidentes no escuro;
  • Opte por móveis mais sólidos e pesados, assim pode-se usá-los como apoio;
  • Prefira mesas e móveis com cantos arredondados para evitar batidas;
  • Utensílios bastante utilizados devem ficar em prateleiras de fácil acesso, que não seja necessário levantar-se ou abaixar-se para alcançar.
  • Para facilitar a abertura de portas, se possível sempre com vão de 80 cm, opte por fechaduras com design simples (reto) para facilitar a abertura das portas. Maçanetas redondas podem prejudicar as articulações devido a força aplicada para a abertura;
  • Assim como as maçanetas, evite torneiras em forma de esfera. As mais indicadas são torneira de monocomando, as de alavanca ou estilo Belle Époque;
  • Uma dica para tornar o piso da área do chuveiro menos escorregadio é fazer frisos (a cada 3 cm) nele. Outra opção é colocar tapete de borracha com ventosas, fitas antiderrapantes em pontos como a saída do box e área do vaso sanitário;
  • As barras de apoio são essenciais. Elas devem estar em áreas próximas ao vaso sanitário e chuveiro em uma altura entre 1,10m e 1,30m;
  • Uma cadeira de plástico ou banco auxilia o equilíbrio durante o banho.
  • Iluminação dentro do guarda-roupa é uma boa sugestão, mas encarece o projeto. Se não for possível lançar mão dela, lembre-se de que o quarto deve ser bem claro, o que já facilita muito;
  • Abrir cortinas é mais fácil que persianas, principalmente para quem tem limitações de movimento. Portanto, a primeira opção combina com os idosos. Invista em tecido sintético com aplicação contra ácaros;
  • Poltronas ou cadeiras são bem-vindas, no momento de calçar os sapatos;
Poltronas, puffes e colchoes firmes.

Poltronas, puffes e colchoes firmes.

 

  • Escolha colchões mais altos, de acordo com a altura da pessoa, para facilitar na hora de levantar. O mesmo com Sofás e poltronas;
  • Instale interruptores ao lado da cama, no inicio e fim das escadas, locais de fácil acesso. Para encontrá-los com facilidade, dê preferência aos que brilham no escuro;
  • As tomadas da casa devem estar sempre na altura próxima aos cotovelos (1,10m a 1,30m), (tudo para evitar que tenha que se abaixar, evitando danos a coluna);
  • Instale telefones sem fio e fixo, na sala, cozinha e quartos para que o morador possa atender sem ter que atravessar a casa;
Barra de apoio

Barra de apoio

 

  • Evite desníveis. Se houver necessidade de escadas, é importante que contem com corrimãos, guarda-corpos (proteção que evita queda) e degraus iluminados e com fitas antiderrapantes;
  • Jardim: deve ser bem iluminado para que quem esteja dentro da casa enxergue bem o que há do lado de fora garantindo segurança física e psicológica.

 

Mapa de cuidados

Mapa de cuidados

Tomando essas medidas com certeza o ambiente vai se tornar mais seguro e confortável. Mas lembre-se que o que realmente importa é que o morador sinta-se bem.

No site Casa segura e Clique Arquitetura, que foram nossas fontes de pesquisa, você pode obter mais informações e dicas!